Empresa de águas e saneamento do Bié pondera levar clientes devedores às barras do tribunal

A Empresa de Águas e Saneamento do Bié, no ano passado efetuou a instalação de mais de dois e 800 contadores pré- pagos com o objetivo de incentivar a racionalização do consumo da água domiciliar. Depois de instalados os contadores na Centralidade Horizonte do Cuito, em substituição do consumo ao pagamento feito por avenças, vários clientes furtaram-se a pagar as facturas em atraso, o que para a Empresa de Águas e Saneamento do Bié constitui dificuldade. Por conta deste facto, o presidente do conselho de administração da Empresa de Águas e Saneamento do Bié pondera a possibilidade de levar às barras do tribunal os consumidores devedores.

Segundo Menezes Chamali, a Empresa de Águas e Sanemento do Bié possui uma facturação anual para o tratamento das águas residuais de 12 milhões de Kwanzas, que na visão do do líder da ESAB é um valor insuficiente para as necessidades da empresa visto que a estação de tratamento de águas residuais utiliza um sistema moderno que para funcionar necessita de cinco milhões de kwanzas mensalmente, ao invés dos dois milhões arrecadados actualmente.

De lembrar que no mês de março foi lançado um projecto de mais de cinco mil ligações de água ao domicílio, financiado pelo Banco Mundial que prevê beneficiar mais de 20 mil famílias na sede capital do Cuito.  Uma fonte ligada ao governo provincial confidenciou que este projecto que se encontra  paralisado por conta da covi-19,  começará a ser implementado no mês de outubro próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *