Efetivo das Forças Armadas Angolanas lamenta falta de salário há 4 meses

Mendes Virgílio é primeiro sargento das FAA encontra-se doente desde o mês de Setembro, altura em que os seus ordenados também deixaram cair, por razões desconhecidas.
Porém, foi informado pelo Banco de Poupança e Crédito, BPC que foi a Procuradoria Militar que cativou a sua conta, facto que a instituição militar nega ter feito.
Actualmente, Mendes Virgílio vive na cidade do Cuito, no bairro embala enfrenta dificuldades de vária ordem e clama por justiça.
A equipe de reportagem da Rádio Cuquema contactou o procurador militar adjunto, Major Arquilo que mesmo sem aceitar gravar entrevista, diz ter conhecimento do caso e por sua vez afirma que a situação tem a ver com o banco BPC.
Contactado o gerente do BPC central do Bié, este afirma ter domínio da situação mas diz que é preciso que alguns parâmetros sejam seguidos, pedindo que o senhor Mendes compareça na instituição bancária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *