Combate à inflação passa pela retirada do governador do Banco Central do Conselho de Ministros

Adalberto Costa Júnior, presidente do maior partido da oposição, que falava nessa segunda-feira em conferência de imprensa na cidade do Cuito, defendeu que as medidas de combate à inflação passam pela retirada do governador do Banco Central do Conselho de Ministros. O presidente da UNITA, no cumprimento da sua jornada de trabalho no Bié, em homenagem ao  líder fundador do partido do galo negro, procedeu na tarde dessa segunda-feira, 03 de Agosto uma conferência de imprensa na sede provincial da UNITA, no Cuito. E questionado caso a nova família do Kwanza venha permitir a redução da taxa de inflação no mercado, baseando-se no que o governador do Banco Nacional de Angola , José de Lima Massano, disse em entrevista à televisão pública de Angola, o político frisou que não.

O líder da UNITA defende que as medidas de controlo à inflação passam pela retirada do governador do Banco Central do Conselho de Ministros.  Na sequência, o potencial candidato à Presidência da  República, nas eleições de 2022,  criticou  a passagem do grupo media nova para o Estado angolano , “está a se afunilando ao interesse de quem está a governar as empresas importantes de comunicação social do país”, frisou. 

Adalberto Costa Júnior fez essas declarações à margem da conferência de imprensa realizada nessa segunda-feira, 03 de Agoto,  na cidade do Cuito, no cumprimento da sua  agenda de trabalho numa jornada em homenagem ao presidente líder fundador da UNITA, Jonas Malheiro Savimbi, que nasceu a 3 de agosto de  1934 e morreu a 22 de Fevereiro de 2002. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *