Aumenta a criminalidade nos bairros Belo monte e Santa Cruz, por falta de corrente eléctrica

Cresce, nos últimos dias, a onda de assaltos a mão armada na cidade do Cuito, sobretudo ao calar da noite, nos bairros periféricos da capital biena com particular destaque para os bairros Santa Cruz e Belo Monte. Os amigos do alheio não deixam os moradores das duas zonas circularem a vontade.

Sofia Noemeia a residir no Bairro Belo Monte há mais de cinco anos manifestou nesta semana aos microfones da rádio Cuquema a sua frustração tudo porque  a falta de electricidade tem levado ao aumento exponencial das acções dos meliantes ao início da noite.

Dona Madalela alinha do mesmo diapasão da senhora Noemeia  disse que a partir das dezoito horas é difícil circular nos bairros Belo Monte e Santa Cruz uma vez que em determinadas alturas os meliantes interpelam os cidadãos que vivem na localidade . Apesar de existir na zona um posto de transformação de electricidade instalado há três anos pela Empresa de Distribuição de Electricidade do Bié, contam-se as residências que se beneficiam da corrente eléctrica. A cidadã conta que viver no bairro Santa Cruz representa um perigo a vida das populações nos dias de hoje.

Abel Guerra Paulo novo inquilino da Administração Municipal do Cuito fez saber que o  principal  desafio durante a sua gestão passa pela distribuição da energia eléctrica nos bairros periféricos uma vez que a energia proveniente da Barragem de Laúca é suficiente para abastecer a cidade capital. No entanto, o governante, sem adiantar prazos solicitou aos munícipes calma porque os problemas no abastecimento de energia domiciliar serão paulatinamente resolvidos.

Com cerca de vinte e sete bairros, o município do Cuito, a distribuição de corrente eléctrica nas zonas periféricas da cidade cidade  tornou-se no principal desafio das autoridades administrativas da província do Bié.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *