Falta de transporte na aldeia Chilemba tem resultado em morte de cidadãos que procuram por serviços de saúde

Os cidadãos residentes na aldeia Chilemba, localizada a 35 quilómetros da cidade do Cuito, percorrem grandes distâncias para terem acesso a um posto médico, muitos deles acabam perdendo a vida pelo caminho.

Em língua nacional umbundo, o soba da localidade, Antonino Savindele, confirmou o facto à Rádio Cuquema e acrescentou dizendo que às noites são obrigados a transportar doentes nos ombros por longa distância e ficar à beira da estrada na esperança de que alguém apareça para oferecer boleia.

Tendo em conta o número significativo de moradores doentes da aldeia Chilemba, comuna do Kunje, que em busca de assistência médica acabam perdendo a vida pelo caminho, o soba apela ao governo da província do Bié para que resolva esta situação que aflige os habitantes daquela localidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *