Ordem dos Enfermeiros de Angola critica governo pela desvalorização de quadros nacionais

O presidente da ordem dos enfermeiros de Angola na província do Bié, Eduardo Caiangula, criticou na quinta-feira (12), o governo angolano pela desvalorização de quadros nacionais. Para Eduardo Caiangula, a falta de valorização dos profissionais de saúde faz com que o governo angolano importe cérebros de outras paragens.
A falta de valorização dos profissionais tem sido uma das principais problemáticas actuais no país, e na área da saúde não se foge à regra.

em entrevista concedida à Cuquema Eduardo Caiangula presidente da ordem dos enfermeiros de angola no Bié, disse que a desvalorização profissional é notória em vários aspectos, como a falta de condições de trabalho e a logística.
o responsável salientou que colocar o homem certo no lugar certo, não basta, é necessário motivação e salário digno com vista a incentivar o profissional.
Eduardo Caiangula avançou igualmente que o outro problema está relacionado com a formação do cidadão sem bibliotecas nem laboratórios, constituindo assim outros problemas relativos a falta de valorização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *